Auto Esporte

Autonews

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Aprenda a identificar panes no motor


A maioria das falhas ocorre geralmente em dois sistemas: alimentação e ignição. O primeiro armazena, purifica, mistura e distribui o combustível, enquanto o sistema de ignição, que reúne a bateria, bobina, distribuidor (quando o carro tem carburador) e velas - é responsável pelo início do processo de combustão da mistura ar-combustível.


O sistema de alimentação é composto pelo tanque de combustível, tubulação, filtro de combustível, bomba, filtro de ar, tubo coletor de mistura e carburador (nos mais antigos) ou bico injetor (nos mais modernos, já equipados com injeção eletrônica). Se qualquer um desses componentes apresentar defeito, o motor apaga totalmente ou vai funcionar com deficiência.


A primeira medida a ser tomada é certificar-se se há combustível no tanque. No motor carburado é mais fácil: basta desconectar a mangueira entre a bomba e o carburador e acionar a partida. Se houver combustível, jatos sairão pela mangueira, só não esqueça de usar um pano de proteção para que o combustível não atinja o motor. Nos carros com injeção eletrônica a operação é mais complicada, principalmente, devido à alta pressão da bomba: deve-se retirar uma das mangueiras de vácuo do corpo da injeção (onde se localiza o bico injetor) e, com auxílio de uma bisnaga, injetar combustível e acionar a partida. Se o motor pegar, é porque não está chegando gasolina do tanque.

Nenhum comentário: