Auto Esporte

Autonews

domingo, 29 de março de 2009

Curiosidades do mundo dos carros - Parte 2

… que foi graças ao polêmico advogado norte-americano Ralph Nader que o padrão das marchas automáticas passou a ser “Prindle” de hoje, ou Park- Reverse- Neutral- Drive- Low? Antes, era geralmente Park- Neutral- Drive- Low- Reverse, o que era perigoso em certas situações, como ao engatar Low a alavanca ir para Reverse.
… que a transmissão automática faz parte de 83% dos carros norte-americanos, 12% dos europeus e 45% dos asiáticos?
… que um canadense abriu um curso para dirigir carros com caixa manual? Os clientes são os que pretendem passar férias na Europa e alugar lá carros baratos — todos de caixa manual.
.. que ao efetuar serviço de embreagem num dos primeiros Fuscas que chegaram ao Brasil, em 1950, o mecânico removeu a carroceria para poder retirar o motor?

147… que, nos primeiros anos, o Fiat 147 possuía sincronizadores de primeira e segunda tipo Porsche no câmbio, de aço, sabidamente duros no engate? Quando a fábrica alterou os sincronizadores para tipo Borg-Warner, de bronze, resolvendo o problema, modificou ao mesmo tempo o comando de câmbio para lograr o mesmo efeito, com prejuízos óbvios para a precisão de engate.
… que nos anos 60, no Rio de Janeiro, ao prestar o exame prático para obter habilitação, o motorista: 1) tinha de usar gravata; 2) não podia usar nenhum espelho retrovisor, sendo obrigado a olhar para trás ao iniciar a marcha; 3) não podia usar o indicador de direção, devendo usar o braço esquerdo para isso?
… que nos Estados Unidos, na Califórnia, terra das freeways (vias de trânsito rápido e acesso restrito), há menos de cinco anos é que passou fazer parte do exame prático para motorista entrar, trafegar e sair de uma dessas vias?
… que não faz muito tempo, uns 30 anos, as porcas de roda do lado direito tinham rosca esquerda, e as do lado esquerdo, roscas normais, direitas? É que se acreditava que o sentido de movimento da roda ajudava a manter as porcas apertadas…
911… que no Porsche 911 as porcas de roda são de liga leve? Isso é que é perseguir o menor peso não-suspenso possível.
… que no metrô de Londres, capital do país onde a mão de direção é pela esquerda, há avisos de “Mantenha-se à direita” nas escadas rolantes?
… que na França, país que luta pela língua pátria como nenhum outro, as placas “PARE”
… que em São Paulo, lê-se nas faixas para pedestres “Olhe” com setas para os dois lados em ruas de mão única de direção?
… que nos Estados Unidos de hoje, as reservas nos hotéis são garantidas só até às 18h? O hábito remonta ao tempo do transporte a cavalo, já que esses animais não têm farol.
… que nas bombas dos postos de abastecimento dos EUA prossegue imutável o sinal sonoro a cada galão (3,785 litros) que entra no tanque do carro?
… que no Rio de Janeiro dos anos 40 e 50 o consumo de um automóvel era expresso em “tantos quilômetros com 20″, como 120 com 20 (120 quilômetros com 20 litros)? Antes, durante e um pouco depois da Segunda Guerra Mundial a gasolina era comprada em latas de 20 litros.
… que, mais ou menos nessa mesma época, glória mesmo era um carro ser capaz de subir uma serra em “prise”? Era a última marcha do câmbio, em que prise directe significa “tomada direta” em francês, como era o padrão antes de surgirem os conjuntos câmbio-diferencial, os transeixos.
nos cruzamentos e acessos trazem escrito “Stop”?

3200 GT… que o cupê Maserati 3200 GT foi o primeiro carro de série a utilizar LEDs (diodos emissores de luz) em vez de lâmpadas nas lanternas traseiras? Os LEDs oferecem enorme durabilidade — estima-se perda de luminosidade inferior a 12% após 10.000 horas de funcionamento — e acendimento três vezes mais rápido.
… que a Fiat construiu em 1927 um motor com três comandos de válvulas? Era o modelo 806/406 Grand Prix, de 12 cilindros em duas fileiras paralelas de seis em linha, com dois virabrequins e três comandos — um central para as válvulas de admissão e dois laterais para as de escapamento.
… que em setembro de 1956 um Duesenberg norte-americano manteve média de 177 a 180 km/h durante um percurso de 50 mil km, estabelecendo recorde de velocidade que só seria batido em 1983 por um Mercedes 190 E?

Hummer… que o nome Hummer, do jipe norte-americano utilizado na Guerra do Golfo, vem da sigla HMMWV, de High Mobility Multiporpuse Wheeled Vehicle ou veículo com rodas de múltiplo uso e alta mobilidade?
… que esse veículo pode atravessar trechos alagados de até 1,5 metro, subir rampas de até 60% e rodar 50 km com os pneus totalmente vazios?
… que em 1912 a Peugeot disputou o GP de Dieppe, na França, utilizando um motor com duplo comando de válvulas no cabeçote?
… que a General Motors possui uma pista circular em seu Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba, SP, onde se pode trafegar sem as mãos no volante de 30 a 150 km/h? As forças centrífuga e centrípeta se anulam e o veículo permanece em linha reta.

Porsche 356… que o Porsche 356 de 1948 (ao lado) foi pioneiro na utilização de carroceria monobloco em alumínio?
… que o Porsche 911 introduziu em 1975 avanços como carroceria totalmente galvanizada e o primeiro motor turbo viável num veículo de série?
… e que o modelo 959 da mesma marca (abaixo) inovou, em 1986, com controle a bordo da pressão dos pneus e tração integral de controle eletrônico?

Porsche 959… que nos anos 70 se utilizavam caixas de câmbio auxiliares do tipo overdrive, para baixas as rotações do motor e economizar combustível? E que suas engrenagens eram do tipo epicicloidal, como as de câmbios automáticos?
… que o fluido de freio é higroscópico, isto é, absorve a umidade do ar, reduzindo seu ponto de ebulição (fervura)? Por isso não é recomendável guardar um recipiente aberto para futura utilização.
… que os motores elétricos desenvolvem torque constante em toda a faixa de funcionamento, dispensando por isso uma transmissão com diversas marchas? O uso de câmbio em alguns desses motores destina-se apenas a poupar energia.
… que a carruagem a vapor do francês Joseph Nicolas Cugnot, exibida em 1769, já era tracionada pela roda dianteira?
… que o Christy V4 e o Cord L29 norte-americanos utilizavam tração dianteira
bem antes do Citroën 11 Traction Avant que a tornou tão conhecida?

Mercedes Classe E… que as lâmpadas de xenônio, já comuns em modelos de alto luxo, transmitem luz por fibra ótica e duram em média de 15 a 20 anos? E que, apesar de caríssimas (cerca de R$ 2.000 no Brasil), essas lâmpadas são bastante econômicas, consumindo cerca de 35 watts em uso normal?
… que os limites de emissões poluentes vigentes no Brasil desde 1997 eram utilizados já em 1980 nos Estados Unidos e Japão?
… que o antigo câmbio Fluid Glide, da Chrysler, permitia efetuar as mudanças de marcha sem embreagem, mas exigia seu uso na partida e parada do veículo?
… que em 1983 o Audi 100 já exibia coeficiente aerodinâmico (Cx) de 0,30, ainda hoje uma boa marca para modelos médios?
… que os primeiros “amortecedores”, desenvolvidos nos anos 20, baseavam-se numa correia flexível instalada entre a mola e o chassi? Quando a mola recebia um impacto e se fechava, a correia amortecia seu retorno à posição original, evitando a repetição do movimento de vai-e-vem que prejudicava a estabilidade do veículo.

Nenhum comentário: