Auto Esporte

Autonews

domingo, 18 de janeiro de 2009

Mtos e verdades sobre blindagem

Verdade
O peso da blindagem pode prejudicar o desempenho do motor
Por isso, muitas blindadoras buscam a redução do peso dos materiais utilizados. Na hora de concretizar o negógio, algumas lardeiam que a cabine de um sedan fica protegida contra disparos de pistolas 9mm ou de revólveres Magnun 44, com acrescimo de apenas 100Kg. Para se ter uma idéia, só os vidros blindados de um Omega, por exemplo, pesam em média 160Kg (nível III-A 21mm).

Mito
Quanto mais espesso os materiais (vidro, aço, manta, etc.), maior a proteção
Na verdade, as normas técnicas especificam contra quais projéteis um determinado nível de blindagem deve resistir e não a espessura dos materiais. Caso contrário, não haveria progresso tecnológico.

Verdade
O uso de mantas de aramida no lugar de aço reduz o peso da blindagem
É verdade, mas o aço não pode ser dispensado porque as mantas não têm resistência mecânica nas bordas. Por isso, é necessária a utilização do aço em diferentes partes do veículo, como nas portas, colunas, nas bordas das mantas e dos vidros. Só assim a cabine estará protegida.

Mito
Coletes blindados são invulneráveis
É bom deixar claro que alguns coletes à prova de balas, independente da resistência balística, são vulneráveis a facas e outras armas brancas. A área de impacto de um projétil é diferente da de um objeto pontiagudo. Mas hoje já existem coletes também à prova de facas e de outras armas brancas. É preciso que o consumidor fique atento.

Nenhum comentário: